Intoxicação alimentar: Sintomas e como evitá-la

A intoxicação alimentar acontece quando ingerimos alimentos contaminados com bactérias e vírus, menos frequentemente com parasitas ou produtos químicos. A maioria dos casos de intoxicação alimentar não é grave e passa sem tratamento depois de alguns dias. Nessa condição, siga essas simples recomendações para se recuperar:

Intoxicação alimentar

Sintomas de intoxicação alimentar

Os sintomas de intoxicação alimentar podem ser leves ou graves (dependendo da causa) e são:

  • diarreia;
  • náusea e vômito;
  • espasmos abdominais e/ou dor;
  • perda de apetite;
  • febre e calafrios;
  • fraqueza;
  • fadiga;
  • músculos doloridos.

As complicações são mais prováveis ​​de ocorrer se você estiver grávida, for muito jovem ou idoso, o se o seu sistema imunológico estiver comprometido, caso você tenha algum problema de saúde existente. Você também deve entrar em contato com seu médico se:

Leia também:  Dores nos Seios: As Principais Causas e o que Fazer!
  • você tem os sintomas de desidratação;
  • seus sintomas são graves;
  • seus sintomas não diminuem depois de alguns dias.

Pessoas adultas saudáveis ​​geralmente se recuperam dentro de alguns dias com hidratação e repouso apropriados. Uma vez que seu apetite volte, você pode começar a comer alimentos leves que sejam fáceis de digerir, por exemplo: arroz, batatas, torradas ou pão, cereais, carne magra, compota de maçã e bananas. Para não piorar os sintomas, tente evitar alimentos gordurosos, picantes e açucarados, produtos lácteos, álcool e bebidas com cafeína até que você esteja completamente recuperado.

Como evitar intoxicação alimentar

A intoxicação alimentar pode ser prevenida com o seguinte:

  • lave bem as mãos com sabão depois de ir ao banheiro, trocar fraldas, tocar em animais e antes de cozinhar;
  • os alimentos como carnes, aves, produtos lácteos, ovos e frutos do mar requerem um processamento térmico completo – tenha a certeza de cozinhá-los o tempo suficiente em temperaturas bastante elevadas para matar os agentes nocivos;
  • as frutas e os legumes devem ser completamente lavados sob água corrente, especialmente se você quer comê-los crus;
  • utensílios e superfícies usadas para preparar alimentos devem ser limpos (de preferência, higienizados) antes e depois de preparar alimentos;
  • os alimentos frios devem ser mantidos em temperaturas suficientemente frias, os alimentos quentes devem ser mantidos quentes;
  • os alimentos crus e cozidos que podem estragar devem ser mantidos na geladeira;
Leia também:  Como Tratar a Tosse Seca Sem Medicamentos

Se você não tem certeza se é seguro comer o alimento, descarte-o. leia mais em nutri saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Hidratação caseira de mandioca

Hidratação caseira de mandioca: Cabelo macio e hidratado

Mousse de nutella creme de avelã

Mousse de nutella com creme de avelã simples em minutos