Causas comuns de dor pélvica crônica

Endometriose e cistite intersticial são umas das causas comuns de dor pélvica crônica. Além do mais, muitas mulheres sofrem de dor pélvica crônica. Ela pode se desenvolver por muitas razões diferentes, mas em alguns casos, a causa exata não pode ser estabelecida. Se sentir dor na sua área pélvica, você deve consultar o seu médico, especialmente se essa dor é nova e te impede de realizar as suas atividades habituais ou provoca sensações incômodas.

O tratamento depende da causa subjacente e geralmente envolve medicamentos, fisioterapia, psicoterapia ou cirurgia (em casos graves). Não se deve atrasar com um tratamento porque a dor incompreensível pode levar a uma doença tão terrível quanto o câncer. Em qualquer caso, você pode cuidar de si mesma e evitar essa condição. Veja aqui no Nutri Saúde as causas comuns de dor pélvica crônica:

Leia também:  Varíola: Causas, Sintomas e Como Fazer o Tratamento!

Causas comuns de dor pélvica crônica

Causas comuns de dor pélvica crônica

1. Endometriose

Cerca de 5 milhões de mulheres americanas a possuem. Nessa condição, as células que normalmente alinham o útero crescem fora dele nos órgãos, como ovários, bexiga ou reto. Ela provoca dor e/ou cólicas antes ou durante os períodos menstruais e outros sintomas, como dor nas costas, dor durante a relação sexual, micção dolorosa e/ou movimentos intestinais.

2. Cistite intersticial

A cistite intersticial (também chamada de “síndrome da bexiga dolorosa”) é uma inflamação da bexiga que não é causada por uma infecção. Ela se manifesta na necessidade frequente e urgente de urinar, micção dolorosa e dor durante a relação sexual. A dor pélvica crônica também pode ser causada por infecções do trato urinário.

Leia também:  Vaginite: O que é, Sintomas e Como Fazer o Tratamento!

3. Doença inflamatória pélvica

Ela é comumente causada por infecções bacterianas de transmissão sexual, como gonorreia e clamídia, mas pode haver outras causas. Os sintomas incluem corrimento vaginal que é diferente do habitual, micção dolorosa, períodos dolorosos, cólicas menstruais severas, dor durante a relação sexual, fadiga, febre e náuseas.

4. Síndrome da congestão pélvica

É o mesmo que as varizes nas pernas, mas nesse caso, as veias na pélvis ficam maiores. Algumas mulheres com essa condição não sentem dor, mas aquelas que sentem a descrevem como sendo uma dor chata, dolorida ou latejante e que piora quando elas se sentam ou ficam de pé e diminui quando se deitam.

5. Vulvodínia

As mulheres que apresentam essa condição experimentam dor vulvar crônica. Suas causas não são exatamente claras, mas pensa-se que as infecções por fungos anteriores ou os danos nervosos causados ​​pelo parto ou outras causas podem ser culpados.

Leia também:  Aborto Espontâneo: O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos!

6. Síndrome do intestino irritável

Os sintomas da SII incluem constipação, diarreia, inchaço, flatulência e incontinência e podem contribuir para dor e pressão na pélvis.

7. Miomas uterinos

Essa condição é caracterizada por crescimentos benignos, que podem ou não ser dolorosos. Outros sintomas incluem períodos menstruais intensos ​​e dolorosos acompanhados por cólicas, pressão abdominal e micção frequente.

8. Fatores psicológicos

Depressão, ansiedade e estresse crônico podem contribuir para a dor na pélvis. As vítimas de abuso físico ou sexual também podem desenvolver dor pélvica crônica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Água de aveia para emagrecer e perder barriga

Água de aveia para emagrecer e perder barriga

Bebida Caseira Para Queimar Gordura da Barriga

Bebida Caseira Para Queimar Gordura da Barriga